shadow

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, na madrugada de quarta-feira (30), o projeto de lei com medidas contra a corrupção (PL 4850/16). A matéria, aprovada por 450 votos a 1, será enviada ao Senado.

>>>Veja aqui como votou o deputado do seu estado

Na votação em Plenário, deputados excluíram diversos pontos do texto e aprovaram emenda que prevê casos de responsabilização de juízes e membros do Ministério Público por crimes de abuso de autoridade. Apenas PPS, PSOL, PV e Rede recomendaram voto contra a emenda. PSDB, DEM, PHS e Pros liberaram suas bancadas. Todos os outros partidos, incluindo o PT, PCdoB e o PMDB, orientaram voto sim para suas bancadas.

Contrário ao texto da emenda, o relator da proposta do projeto de lei, deputado Onyx Lorenzoni (RS), chegou a ser vaiado pelos colegas. Ele disse que a emenda será interpretada como retaliação a promotores e juízes.

“Se a emenda serve de punição, de ‘cala a boca’, estamos cometendo um erro. É a desconfiguração do projeto. Não cabe ao Parlamento brasileiro em um momento tão bonito, em que responde aos milhões de brasileiros [que pediram a aprovação de medidas anticorrupção], se valer do projeto para ameaçar quem investiga e está julgando”, disse.

Saiba mais:
>>>Leia a matéria completa da Agência Câmara Notícias

>>> Responsabilidade de promotores e juízes é ponto mais polêmico da votação

Fonte: Agência Câmara Notícias
Foto capa: Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Foto matéria: José Cruz/Agência Brasil

Author

Redação Voto Católico Brasil

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *